0

DÚVIDAS FREQUENTES

Atualizações do Curso Online

Atualizações Novo Edital:

-Após abertura de um novo edital, faremos analise em conjunto com os professores de itens que serão ofertados.

Prazo para atualizar descrições e conteúdos é de até 7 dias após publicação do edital.

Quando houver necessidade de incluir novas aulas, o prazo para postagem pode ser de até 30 dias antes da prova, salvo caso fortuito ou força maior.

Fique ligado nas descrições dos módulos para conferir quais itens iremos ofertar.

 

Atualizações de Leis:

- A depender da necessidade poderá ocorrer de imediato ou somente com publicação de novo edital, visto que cursos estão com base no último edital vigente.

 

 

Aulas Travando

O travamento de aulas pode ocorrer por diversos motivos, iremos listar as principais recomendações pela ordem a ser seguida:

*Após cada opção testar o acesso.

1- Priorize acesso pelos navegadores Google Chrome e Mozilla Firefox;

 

2- Efetue limpeza completa do cache e cookies de navegação;

 

3- Teste velocidade da internet em http://www.speedtest.net/pt , efetue 3 testes.

Recomendado que resultado do Download seja em todos teste superior a 4.80 Mbps para exibição das perfeita das aulas.

 

Se após estes procedimento, ainda tiver dificuldade de acesso, recomendamos troca do DNS.

https://www.windowscentral.com/how-change-your-pcs-dns-settings-windows-10

 

 

Cancelamento

Por questão de segurança é necessário formalização do pedido por e-mail ou pela aba de atendimento nesta página.

Basta escolher opção CANCELAMENTO e selecionar o pedido.

 

*O Prazo para estorno integral é de 7 dias conforme Código de Defesa do Consumidor.

 

Após solicitação lhe enviaremos comprovantes em até 48 horas úteis.

*Exceto para pedidos com item em transporte o qual será necessário aguardar retorno.

Código Apostilas (Acesso Erratas / Aulas Bônus / Atualizações)

Como resgatar o código;

1- Entrar no site com e-mail e senha de cadastro.
2- Ir no canto direito superior em cima do seu nome e descer no na aba ''Resgatar código''.
3- Adicione os dados. Exemplo - 1° linha CACP. 2° Linha CJAJCABF
Feito este processo as atualizações vão aparecer automaticamente.

 

Não é necessário resgatar outras vezes.

 

Para localizar após primeiro uso:
1- Entre no site com e-mail e senha de cadastro.
2- Ir no canto direito superior em cima do seu nome e descer em meus cursos.
3- Agora do lado esquerdo descer em "Cursos Gratuitos'' para aulas e em "Materiais" para erratas, Leia Digital e atualizações.

Como Estudar

Separamos 5 dicas relevantes para todos os aspectos, desde sua preparação até sua aprovação.

São elas:  

DICA 01 - PLANEJAMENTO  

Defina exatamente o que você quer, antes de começar uma caminhada, deve-se saber qual será o destino. Primeiro, escolha o cargo desejado, consulte editais anteriores e trace seus objetivos. Planeje sua preparação e seus horários de estudo, decida quais serão os métodos utilizados, programe simulados e revisões e busque todas informações possíveis sobre como conquistar o cargo desejado. 

Como administrar meu tempo de estudo?

  • Planejar:  definir seus objetivos, os meios e o tempo de estudo que você tem por dia. O dia é o mesmo para todos, por isso é muito importante saber quanto tempo realmente você tem disponível.  

  • Organizar: Quanto tempo para cada matéria. Definir as matérias diárias (lembrando que se for estudo dirigido segue a regra: duas matérias por dia + exercícios. Se for o curso online, um encontro por dia, três disciplinas na semana, em ciclos continuados). 

  • Dirigir: garantir o cumprimento do planejado/organizado. Estudar no horário definido, as matérias definidas. Não perder tempo com celular, facebook, música do vizinho, ataque nuclear, bombas atômicas etc. 

  • Controlar: simulados e resolução de exercícios servem para aferir os resultados. Os simulados são uma importante ferramenta de controle, e devem ser usados para medir vários indicadores, não apenas o conhecimento. 

DICA 02 - MÉTODO DE ESTUDO

Não adianta estudar sem critérios ou métodos adequados, é melhor 1 hora de estudo bem aproveitado do que 3 horas de estudo sem concentração, disperso e fora de foco. Procure estudar sempre em um horário específico, com ambiente calmo e com materiais adequados. Seja fiel ao curso e material que escolheu. Escolha sempre cursos, aulas, professores, materiais, que sejam sérios e comprometidos com a qualidade.  

O AlfaCon é uma das suas opções. O mais importante é que você seja honesto, escolha um bom preparatório e jamais participe de rateio. Essa é uma prática desonesta e que impacta sobre quem você é. 

Estudo Online X Estudo Dirigido

Estudo Online: Você assiste videoaulas e acompanha com o material em PDF. Faça uma leitura do PDF antes da videoaula, acompanhe com o PDF durante a videoaula para anotações e faça uma leitura de revisão após a videoaula. 

Como montar um plano de Estudo Online?

  • Plano de Estudo Online
  • Curso Online do concurso desejado (videoaula + PDF)
  • Rotina: 1 encontro por dia (5 aulas). 3 disciplinas alternadas durante a semana. Ciclos continuados.
  • Procedimento: Leitura do PDF antes da aula, acompanhamento durante a aula com as anotações no próprio PDF, leitura do PDF depois da aula.
  • Tempo estimado: 3 horas 

Estudo Dirigido: Você usa o Material Didático de Teoria e um caderno. Faça a leitura do conteúdo. Resuma no caderno e depois faça a leitura do resumo. Depois resolva exercícios do conteúdo estudado.  

Vale ressaltar que Estudo Online e Estudo Dirigido são formas distintas e complementares. Um exemplo interessante é: O Estudo Online é a Academia e o Estudo Dirigido é a dieta. Quem pensa em emagrecer, pode optar por um, mas conciliar os dois aumenta a chance de sucesso. 

Como organizar o Estudo Dirigido? 

O estudo dirigido faz parte do complemento importante na sua preparação. Assistir aula é muito importante, e como já vimos, você pode fazer isso via online ou numa unidade presencial.

O estudo dirigido é aquele estudo que você faz utilizando o material didático e um caderno. Ele deve acontecer num horário de contraturno e é um adicional essencial para o bom aproveitamento dos conteúdos estudados.   

Posso usar os PDF's para o Estudo Dirigido?

Poder você pode, mas seu rendimento será melhor se deixar o PDF para acompanhar a videoaula e usar o Material Didático (Apostila) para fazer o Estudo Dirigido. As dicas aqui não são sobre o que É CERTO, e sim sobre o que é MAIS PRODUTIVO.  São sugestões, baseadas em estatísticas, sobre o aumento da sua produtividade nos estudos. Por isso eu disse que a sugestão de organização, seria para um dia perfeito, ou seja, um dia todo destinado aos estudos. Cada um precisa ajustar sua realidade.

E a prova discursiva?

Se houver prova discursiva, é interessante desenvolvê-la logo após a primeira passada em toda a prova.  

Após a leitura atenta da proposta da questão ou da dissertação, o candidato deve colocar no rascunho as principais ideias ou argumentos que venham à mente, sem muita crítica. Em seguida, fará uma depuração, escolhendo o que será utilizado. Aí sim, é hora de partir para o desenvolvimento.

Se em algum momento sentir que não está rendendo, não perca tempo. Volte para a prova objetiva, para uma segunda rodada de questões. Se já num primeiro momento sentir segurança para desenvolver o texto até o fim, siga e passe a limpo. Isso trará tranquilidade para dedicar à outra parte da prova todo o resto do tempo. 

DICA 03 – DISCIPLINA 
 
Estabeleça datas e horários específicos para seus estudos e lazer. Cumpra rigorosamente todo o seu planejamento, desta forma você não se sentirá perdido e nem arrependido por ter deixado de fazer alguma coisa. Lembre-se que muitos tem o mesmo desejo que você e que só quem tiver muito esforço e dedicação chegará lá. Então tenha muita determinação em passar e pratique sua autodisciplina para conquistar o seu objetivo. 
 
DICA 04 – MOTIVAÇÃO  

A motivação é fundamental, não é fácil continuar com a mesma motivação durante várias semanas ou meses, principalmente quando há algumas derrotas e tropeços no caminho. A  motivação é particular e depende de você, procure formas de se motivar, pense em coisas positivas que acontecerão com você quando conseguir sua aprovação.

DICA 05 – PERSEVERANÇA 
 
Muitos acham difícil começar uma caminhada, mas na verdade começar qualquer coisa é fácil, difícil é perseverar e continuar, mesmo quando tudo dá errado, quando muitos não acreditam e quando tudo parece só um sonho. O importante é sempre ir em frente, sem olhar pra trás e focando sempre no objetivo, com persistência e muita força de vontade. Aprenda com seus erros e continue, nunca desista que um dia você chega lá.

É possível estudar para “vários” concursos ao mesmo tempo?

Essa é uma pergunta recorrente. Cuidado! Estudar é possível. Estudar com eficiência, aí é outra história. Caso os concursos desejados estejam dentro da mesma carreira, como Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, aí sim, fica mais tranquilo pelo fato de que as disciplinas cobradas nesses concursos são semelhantes. O problema acontece quando as carreiras são muito diferentes. Pode ser que o aproveitamento não seja tão bom assim.

Quais são os cuidados necessários para um bom rendimento estudando em casa?

  • O lugar: esse é um aspecto importante. Escolha um lugar da em que você se sinta tranquila e confortável. Mas cuidado, se for muito confortável você será tentado a tirar uma soneca. ISSO NÃO PODE ACONTECER! O lugar precisa ser agradável e permitir concentração naquilo que está sendo estudado. 
  • Móveis: quanto mais básico melhor. Na verdade, uma escrivaninha, uma luminária e uma cadeira confortável, capaz de manter sua postura ereta, são os únicos móveis necessários. Fique longe do celular durante seu estudo dirigido.  
  • O que deve ter: lembre-se de guardar ali no espaço de estudo seu material didático (importante para o estudo dirigido), suas anotações, caderno, canetas de cores diversas. Também deixe um dicionário para solucionar dúvidas sobre significado de termos e palavras. Um cronômetro também é importante, para marcar as horas reais de estudo. Não faça cara feia e nem cara de quem tá achando isso chato. É assim que tem que fazer direitinho para não dar problema.  
  • Organize suas anotações: vá a uma papelaria e compre uma pasta-sanfona (aquelas com várias divisões) para organizar suas anotações. Separe por disciplinas e organize seus assuntos. Faça quantas anotações forem necessárias para a assimilação e o entendimento do conteúdo. 
  • Tempo e Organização: aproveitar bem o tempo é essencial para um bom rendimento. Por isso o plano de estudos é necessário. Com ele em mãos, você conseguirá regrar e condicionar seu tempo. O estudo deve ser visto como trabalho. Hora para começar, responsabilidade quanto ao que deverá ser estudado, hora para um intervalo, e retomada firme. Dessa maneira o compromisso e responsabilidade com uma boa preparação, farão parte do seu cotidiano.

Como dividir o tempo de estudo?

Dia: dividido em estudo online e estudo dirigido

  • Estudo online: 3 horas
  • Estudo dirigido: mínimo 3 horas

Complementos:

  • Esquemas
  • Revisões
  • Eventos

Semana:

  • Seg - Sex: estudo online e estudo dirigido
  • Sábado - Manhã: revisão / Tarde: exercícios + redação
  • Domingo - Manhã: revisão / Tarde: simulados + correção
Dúvidas sobre a Prova

Aqui separamos algumas dicas que podem contribuir para os dias que antecedem à prova.

DICA 1 - Como ter uma boa preparação para a prova?
Quase tudo o que se pode dizer a respeito dos concursos públicos tem um único objetivo: o dia da prova. É ali que todo o esforço será coroado – ou não. Uma postura tranquila e inteligente naquelas horas ou uma atitude caótica e desesperada podem definir o resultado de alguns anos de
trabalho.
Claro que sempre haverá mais um concurso, e o comportamento durante a prova também pode ser amadurecido. E quem ainda não estiver pronto nesse dia não deve entrar em desespero. Vale fazer o melhor possível e aproveitar a experiência para dar sequência aos estudos.
Os cuidados começam antes da prova

DICA 2 - Quais cuidados durante a semana que antecede a prova?
Estudo
Aproveite para fazer os ajustes finais nos conteúdos, memorizar informações como prazos, alíquotas, etc e sanar pequenas dúvidas.
São poucos dias e não dá para querer salvar um edital inteiro se o estudo não tiver sido feito a tempo. Nesse caso, é mais produtivo consultar provas anteriores da banca, para conhecer o estilo de questões, os assuntos mais cobrados e partir daí para a teoria. Sem muita expectativa nem ansiedade, porque o estudo deveria ter sido realizado muito antes. O jeito é fazer o que for possível e retomar a preparação com qualidade logo após a prova, para um futuro concurso.

- Atividade física
Apesar do tempo curto, mantenha o hábito de fazer uma caminhada no intervalo dos estudos (ao menos 30 minutos, 3 vezes por semana). Isso melhora as condições do cérebro e garante estabilidade emocional.

DICA 3 -  Como usar técnicas para resolução das questões?
A semana anterior à prova é também o momento de definir a estratégia a ser adotada. Deixar essa escolha para a hora da prova é tomar uma decisão importante em momento de muita pressão, o que pode ser desastroso.

Estabeleça o tempo máximo que poderá ser dedicado a cada matéria, reservando algum tempo para ser usado como coringa, no fim da prova, para questões que ainda não tenham sido resolvidas.
Leve em consideração o tempo de duração da prova, o número de questões e pontuação das mesmas, mínimo exigido para aprovação, e também o nível de conhecimento ou dificuldade diante das disciplinas.
Decida também a ordem de matérias em que vai resolver a prova. Considerando que acontece um pico de adrenalina logo no início da prova, sugiro começar sempre pela matéria em que se tem mais segurança. Afinal, se o cérebro não está no melhor momento, porque colocá-lo em situação de mais dificuldade ainda? Isso só traria mais desconforto, porque podemos ter a falsa impressão de que não sabemos nada, o que pode comprometer irremediavelmente a confiança dali para diante.
Quanto às outras disciplinas, a escolha depende do candidato. Pode ser interessante fazer em seguida matérias que dependem de memorização, como legislação específica, para evitar o esquecimento dos detalhes. É preciso cuidado para não deixar português, que costuma ter textos
longos, nem matérias com muito raciocínio e contas para o final, quando você pode estar muito cansado.

DICA 4 - Como proceder no dia da prova?
Acorde com tempo suficiente para fazer tudo com calma.
Faça uma alimentação leve e saudável. Não é momento de experiências gastronômicas, que podem causar alterações digestivas.
Faça a última checagem do que vai ser levado.
Dê preferência a roupas confortáveis e versáteis: algo mais fresco e agasalho, porque nunca se sabe como estará a temperatura na sala da prova.
Chegando ao local, sugiro que você se encaminhe logo para a sala, para que possa escolher o local para sentar (quando o local não é previamente definido). Observe saída de ar-condicionado, direção de ventilador e incidência de sol, para evitar frio ou calor excessivo. Se possível, evite sentar perto da porta, porque o entra e sai de candidatos desvia a atenção.

DICA 5 - Como proceder durante a prova?
- Controle da ansiedade
O fiscal da sala comunica o início da prova e o coração da gente dá um pulo – foi dada a largada. Esse é um momento delicado, porque acontece uma descarga de adrenalina (como numa corrida física) e, se você não tiver consciência, pode entrar num ciclo de ansiedade. A adrenalina prepara você para correr, literalmente, e com isso rebaixa algumas funções do cérebro, enquanto privilegia reações físicas. Por isso, o coração bate mais depressa.
Nessa hora, é importante manter a calma. Inspirar e expirar profunda e pausadamente é um ótimo recurso, porque “avisa” ao cérebro que pode desacelerar e retomar as funções normais.

- Branco
De modo geral, o pico de adrenalina passa naturalmente e em poucos minutos. Em casos mais extremos, é quando acontece o temido “branco na hora da prova”, que nada mais é do que um estresse súbito e exagerado. Mesmo nesses casos, você deve se lembrar do que está acontecendo e
não entrar em pânico. A respiração pausada fará efeito e você voltará a acessar as informações.
Se for preciso, uma ida ao banheiro pode ajudar: sair de cena, caminhar um pouco e lavar o rosto devem ser suficientes para recobrar o equilíbrio.

DICA 6 - Questões mais fáceis ou mais difíceis?
A primeira providência na prova é garantir o maior número de pontos, gastando o mínimo de tempo. Mas não é o caso de pesquisar quais questões são fáceis e quais são difíceis. O candidato deve ler atentamente cada questão da disciplina escolhida (de acordo com a estratégia já
estabelecida) e, se for possível, marcar a resposta.
Se a prova for de múltipla escolha, leia todas as alternativas antes de tomar a decisão, mesmo que ache que já encontrou a opção correta. Há casos de resposta mais correta e também situações em que a pressa pode fazer o candidato deixar de perceber algum detalhe.
Se ficar em dúvida, veja se há algo absurdo a ser eliminado. Anote também, ao lado da questão, alguma informação de que se lembre, mesmo que não seja suficiente para decidir a resposta correta. Todos esses cuidados permitirão um ganho de tempo quando for o momento de retornar à
questão.
Se marcou a resposta, passe para a próxima questão. Se não marcou, também. E siga o mesmo procedimento, em toda a prova, respeitando a ordem de disciplinas (ou grupo) estabelecida como estratégia.
Independentemente do que encontrar na prova, mantenha a calma. A prova é igual para todos.
Se aparecer algo que você nunca viu, é provável que a maioria dos candidatos também não tenha visto. Outro detalhe: é possível dirimir dúvidas e até encontrar algumas respostas na própria prova, às vezes em outra questão.

DICA 7 - Como funciona a elaboração de recursos
Discordou do gabarito da prova? Caiu alguma questão fora do conteúdo programático previsto no edital? É possível recorrer desse resultado? Os editais costumam ter item específico tratando desse tema, de forma detalhada.

  • Prazo: constará no edital.
  • Forma

A forma também é específica e prevista no edital. Há casos em que o recurso deve ser preparado em modelo apresentado no edital.
O endereço para encaminhamento é determinado, e pode ser por meio eletrônico ou via Correio (Sedex), com aviso de recebimento (AR), e deverá obedecer as indicações do edital. Concursos municipais às vezes exigem entrega pessoal do recurso.
Só é aceito um recurso por questão, de cada candidato.
Em todos os casos, as regras estabelecidas no edital deverão ser rigorosamente respeitadas, para que
o recurso seja analisado.

  • Fundamentação

O candidato deverá ser claro, consistente e objetivo na sua solicitação. No caso de discordância da
resposta, o melhor é citar algum autor, informando o livro, edição, página onde está a informação
divergente.

  • Se o conteúdo cobrado estiver fora do edital, é o caso de mencioná-lo.

É válido e possível pedir ajuda a algum professor ou ao curso na elaboração do recurso, porque eles têm a experiência e a agilidade necessárias para preparar uma boa fundamentação. Alguns sites de concurso também acompanham as provas e se disponibilizam a preparar recursos.
Mas não há qualquer problema em fazer isso por sua conta, até porque a contestação seguirá em seu
nome.

  • A decisão final fica por conta da Banca?

Decididos os recursos, será divulgado o gabarito final, e desse resultado não caberá novo questionamento.
A partir daí será elaborada a lista de classificação final e o concurso poderá ser homologado pela administração.
Nem sempre a banca acata o recurso recebido e muitas vezes ficamos insatisfeitos com o resultado final. Há casos em que realmente a matéria estava fora do previsto no edital ou a resposta, incompatível com o que estudamos.
Mas essas são as regras do jogo e foram iguais para todos. Portanto, não adianta gastar tempo e energia lamentando ou justificando um mau resultado por conta disso, mesmo que seja verdade. Tem gente que fica presa nisso e não percebe que usa como justificativa para não seguir com o projeto.
Assim, passada a prova, descanse alguns dias e, em seguida, retome os estudos. Afinal, quem está muito bem preparado/a consegue a aprovação apesar de alguma injustiça na correção.

  • Como é feita a anulação de questões?

1a: por meio administrativo, junto a Banca Organizadora. A maioria das Organizadoras de concurso público disponibilizam um formulário de recursos em seus sites para que o candidato preencha os dados, e redija uma argumentação fundamentada com a finalidade de anular a questão.
Geralmente o prazo para entrar com recurso é curto, de apenas de 2 dias, por isso o candidato tem que estar atento às datas e ser rápido.
2a: Por meio judicial, movendo uma ação na justiça. Mas para isso também é necessário que o candidato tenha uma argumentação elaborada, podendo ser representado por um advogado ou através da Defensoria Pública.

Dúvidas sobre Concursos

Separamos algumas dicas e dúvidas mais frequentes para quem pretende iniciar a vida no mundo dos concursos.

1) Por que estudar para concurso?

Trabalhar duro todos os dias e ganhar pouco, infelizmente é uma realidade da maioria da empresas de iniciativa privada. Você se esforça o mês inteiro, se dedica, trabalha horas a fio, chega o final do mês e a recompensa não vem. E muitas vezes você nem mesmo é reconhecido pelo seu esforço. Mas você precisa do emprego e não tem nada que possa fazer, pois mudar de emprego não adiantaria em nada, já que a maioria das empresas são assim, sem falar que você não tem estabilidade nenhuma e pode ser demitido a qualquer momento.

Mas calma, a SOLUÇÃO pode estar bem na sua frente! O Concurso Público pode sanar todos esses problemas e definitivamente mudar a sua vida, veja o motivo!

 - Boa remuneração
Ganhar um salário justo e que recompense todo o seu esforço pode se tornar algo impossível em empresas de iniciativa privada, mas no concurso público a realidade é bem diferente. As remunerações são um grande atrativo e existem concursos que pagam salários muito maiores do que os mais altos executivos de empresas privadas ganham. Independentemente da carreira que você escolher, a remuneração sempre será um diferencial.

– Estabilidade de emprego e financeira
Quem trabalha em iniciativa privada sabe que pode ser demitido a qualquer momento, e pelos mais variados motivos, desde corte de gastos a “não precisamos mais dos seus serviços”. Mas se você assumir um cargo público, não é bem assim que funciona. Você conquista a sua vaga e só sai de lá se quiser ou for exonerado por um motivo muito, muito, muito grave. Sem falar que o seu salário vai estar na conta todos os meses e você poderá fazer seus planos para o futuro.

 – Benefícios
Além de uma boa remuneração, o que difere a carreira pública das empresas privadas, são os benefícios, que são muito mais generosos e em maior quantidade. Há benefícios como: auxílio transporte, auxílio-alimentação, plano de saúde, auxílio-creche e auxílio-maternidade, entre outros. Para as servidoras, o período de licença maternidade também costuma ser maior do que nas empresas privadas.

 – Não precisa ter experiência
Para quem acaba de sair de uma faculdade, ou do ensino médio, conseguir um emprego que pague bem sem precisar de experiência, é algo praticamente impossível. Mas no concurso público é totalmente possível, já que para ingressas em qualquer carreira, não é preciso ter experiência anterior.

– Mudança de vida
Tenha certeza que sua vida não será a mesma. Você poderá realizar os seus planos e ter metas mais concretas contando com um ótimo emprego e uma excelente remuneração, além de garantir o seu futuro e o de sua família. O concurso público com certeza é a luz no fim do túnel que você estava esperando. Comece agora mesmo a estudar!

2) Como ocorre o processo para o Concurso Público?

Nossa estrutura de administração pode ser comparada a um organismo, ou seja, um complexo formado por várias partes interdependentes, onde o funcionamento de uma influencia no todo. Esse organismo é formado por órgãos públicos.

Órgão público: é uma unidade com atribuição específica dentro da organização do Estado. Os agentes públicos são responsáveis por dirigir e compor o órgão, e o mesmo tem como objetivo o cumprimento de uma atividade estatal. O conjunto dos órgãos públicos formam a estrutura do
Estado. Os órgãos públicos porém, não tem personalidade jurídica, afinal são apenas partes integrantes de uma estrutura maior. Assim sendo, eles também não tem vontade própria e limitam-se a cumprir as finalidades dentro da competência funcional que a organização estatal determinou.
Passo 1 - Diante disso, o órgão apresenta demandas em seu quadro funcional. Diante da necessidade de pessoas, o órgão solicita ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), a autorização para realizar o concurso. Esse é o primeiro sinal para que o concurso aconteça. A solicitação da autorização já é um grande estímulo para intensificar os estudos. Tudo bem que o MPOG poderá não autorizar, mas é
melhor começar a preparação antecipadamente e garantir um bom tempo de estudo.

Passo 2 – O MPOG analisa o orçamento, verifica e existência da possibilidade e autoriza o concurso. Quando a autorização é dada, o órgão que fez a solicitação tem até 6 meses para escolher a banca organizadora e realizar o concurso público. Com a autorização do concurso, começamos a trabalhar com datas e tempo. Quem deixou para começar a estudar após a autorização, também tem grandes chances de ter um tempo maior para sua preparação. O maior erro é deixar para estudar em cima da hora. Hoje não há mais espaço para aventureiros no mundo dos concursos públicos.
Passo 3 – O órgão escolhe a banca organizadora. Fica sob a responsabilidade da banca a organização do edital, a elaboração das provas, e também os recursos cabíveis em questões duvidosas. A banca tem uma grande responsabilidade sobre o concurso. Se tivermos muitos erros
cometidos ou um edital confuso, há risco de suspensão do concurso, ou até mesmo sua anulação posteriormente. Por isso a cautela é muito importante na hora da escolha da banca.
Passo 4 – O edital é publicado e o período de inscrições é aberto. Geralmente, entre a publicação do edital e a aplicação das provas, o prazo é de 3 meses. Há exceções, como foi o caso do concurso para Técnico e Analista do INSS de 2016. O edital saiu em Dezembro de 2015 e as provas
foram em maio de 2016. Um prazo muito maior do que normalmente é dado.
Passo 5 – Aplicação das provas, gabarito provisório, prazo para recursos e gabarito definitivo.
Passo 6 – Divulgação dos resultados da primeira etapa e casou houver, convocação para as
etapas seguintes.

Passo 7 – Aplicação (caso haja) das outras etapas do concurso, como por exemplo, a avaliação física, psicológica, investigação de vida pregressa, exames médicos e outros.
Passo 8 – Resultado final do concurso. Em alguns casos, como Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Departamento Penitenciário Nacional, há convocação para o curso de formação, que tem duração média de 4 meses.
Passo 9 – Homologação do resultado final do concursos pela ordem de classificação, que é uma consequência das etapas anteriores.
Passo 10 – Nomeação dos aprovados e finalmente a posse.

3) Há um prazo para a nomeação acontecer?
O momento da nomeação é discricionariedade da administração, ou seja, o órgão pode decidir quando é conveniente nomear os aprovados. Entretanto, todas as nomeações deverão (obrigatoriamente) acontecer até o fim do prazo de validade do concurso, ou de sua prorrogação, se
houver.

4) Como sei o prazo de validade do concurso?
O edital informa qual será o prazo de validade e se poderá ou não ser prorrogado por igual período. Ex.: prazo de seis meses, podendo ser prorrogado por mais seis meses; um ano, prorrogável por mais um.
O limite máximo para o prazo de validade do concurso de acordo com a Constituição , em seu artigo 37, inciso III: “o prazo de validade do concurso público será de até dois anos, prorrogável uma vez, por igual período”. A prorrogação é uma possibilidade, mas não é obrigatória. É decisão da administração que promoveu o concurso.

5) É permitido concurso em ano de eleição?
SIM eles podem acontecer!
Concursos não são proibidos em ano de eleição, apenas as nomeações. Essa regra deve ser cumprida entre os 3 meses antes da eleição, até a posse dos eleitos.

O artigo 73 da lei 9.505/97 (Lei das eleições) restringe a nomeação, contratação ou admissão do servidor público nos três meses que antecedem o pleito até a posse dos eleitos. Ou seja, se é ano de eleição municipal, a restrição é apenas para as nomeações de concursos municipais, não há
nenhum impeditivo quanto aos concursos e nomeações no âmbito estadual ou federal.
A lei, entretanto, tem exceções: as nomeações para cargos Judiciários, do Ministério Público, Tribunais ou Conselhos de Contas e dos órgãos da Presidência da República, e a nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais;
mas, para isso, é necessária autorização prévia e expressa do chefe do Executivo.

6) Cadastro de reserva
Concursos com vagas não definidas, ou seja, cadastro de reserva, não especifica a quantidade de vagas, é uma expectativa do órgão para posterior nomeação dos aprovados no concurso. É quando o órgão público está se precavendo para uma nova demanda de funcionários, por exemplo, preparando novas instalações. O candidato deve ser chamado durante o prazo de validade do concurso, mas não que o órgão esteja obrigado a fazê-lo. Há exceções no caso de cadastro de reserva, se restar provado que há terceirizados ocupando vaga que deveria ser preenchida por concurso público, e há aprovados, é possível pleitear judicialmente o direito à nomeação.

7) Há exceções na obrigatoriedade de nomeação do aprovado dentro das vagas?
Sim. Mas, os critérios estabelecidos pela decisão do STF são bastante rigorosos. Quando é autorizada a realização do concurso, a despesa com a futura contratação de novos funcionários já está prevista no orçamento.
De acordo com a decisão do STF já mencionada, somente fato superveniente (que aconteceu depois), imprevisível, grave e para o qual não exista outra solução pode justificar a não nomeação do candidato pela administração. Além disso, a decisão de não nomear está sujeita ao controle pelo
judiciário, o que significa que é possível ser questionada judicialmente.
Segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/2000), no art. 22, parágrafo único, se a despesa total com pessoal ultrapassar 95% do limite estabelecido, fica vedado àquele Poder ou órgão o “provimento de cargo público, admissão ou contratação de pessoal a
qualquer título, ressalvada a reposição decorrente de aposentadoria ou falecimento de servidores das áreas de educação, saúde e segurança”.
Assim, os candidatos aprovados dentro das vagas dispostas no edital devem ser admitidos pelo Órgão, segundo decisão do Supremo Tribunal Federal. A Administração Pública pode, inclusive, chamar mais candidatos do que as vagas previstas no edital, desde que os aprovados no concurso público estejam dentro do limite percentual previsto. A única restrição que a Administração deve respeitar na hora da admissão, é a ordem de classificação dos candidatos aprovados no concurso público.

8)Tecnólogo vale como nível superior?
A pergunta parece simples, mas a resposta não é tão direta assim. Porque existem várias modalidades de diplomas, e tudo vai depender de como o requisito de escolaridade está expresso no edital.
Então, vamos tentar clarear essa questão, trazendo informações sobre o que representa cada formação, e também conhecendo as diversas formas de os editais exigirem a escolaridade de nível superior.

Requisito no edital:

  • Nível superior

Aceita diplomas de: graduação em nível superior (licenciatura ou bacharelado), tecnólogo,
curso sequencial de formação específica.

  • Graduação de nível superior

Aceita diploma de: graduação em nível superior (licenciatura ou bacharelado), tecnólogo.

  • Graduação de nível superior, bacharelado

Só aceita diploma de graduação em nível superior, bacharelado.

  • Graduação de nível superior, licenciatura

Só aceita diploma de graduação em nível superior, licenciatura. Lembrando que qualquer
diploma só terá validade se for reconhecido pelo MEC.

Formações:

  • Curso sequencial

De formação específica, fornece diploma de nível superior.
Obs.: Existe também o curso sequencial de complementação de estudos, que não tem exigência
de autorização pelo MEC e não concede diploma. Não é aceito para concursos de nível superior.

  • Tecnólogo

Os cursos superiores de tecnologia ou graduações tecnológicas são cursos de graduação plena e seus diplomas têm validade nacional. Na prática, são formações mais curtas – de 2 a 3 anos - do que o bacharelado e a licenciatura, porque focam em determinada área específica da carreira.
Obs.: não confundir tecnólogo com curso técnico, que é formação de nível médio e fornece certificado.

  • Licenciatura

Graduação de nível superior, com enfoque abrangente (como o do bacharelado), e prepara o
profissional para ministrar aulas na educação básica (níveis fundamental e médio).

  • Bacharelado

Graduação de nível superior, com enfoque abrangente.

As comprovações de requisito para ocupar o cargo só são obrigatórias no momento da posse ou contratação, exatamente porque são requisitos para ocupar o cargo. Assim, nada impede que o candidato preste concurso para nível superior antes de ter concluído a faculdade.
Se a pessoa estiver cursando a faculdade, pode ser interessante fazer a preparação com calma, voltada para o nível superior. Sabendo que, em caso de aprovação, será necessário ter o diploma em mãos para assumir o cargo.

Em caso de aprovação
Alguns editais permitem que o aprovado nomeado ou convocado peça para ir para o “fim da fila”. Se a aprovação se deu em vaga divulgada no edital, isso pode ser uma boa saída, porque todos terão de ser nomeados até o fim do prazo de validade do concurso. Esse pode ser o tempo necessário para a conclusão do curso.
Em concurso para cadastro de reserva essa é uma estratégia perigosa, porque não há garantia de que o candidato seja novamente chamado.
Se tudo der errado e o candidato não puder ir para o fim da fila ou o prazo expirar antes da obtenção do diploma, não será tempo perdido: ser aprovado significa estar com o conteúdo sedimentado e ter maturidade para fazer prova. Não será difícil ser aprovado em futuros concursos,
já mais perto de ter o diploma.

9) Principais bancas organizadoras

Chamamos de banca organizadora, a instituição que fica responsável pela elaboração e publicação do edital, escolha dos locais de provas, distribuição dos candidatos nos locais de prova, elaboração e aplicação da prova, divulgação da lista de classificados, entre outras atribuições.
Recursos de questões após o gabarito provisório também são analisados e deferidos (ou não) pelas bancas. Normalmente há um grupo de professores especializados, permanentes ou contratados, que são responsáveis pela elaboração das questões.

- Fundação Carlos Chagas (FCC)
Realiza concursos federais, estaduais e também municipais. As questões geralmente são bastante objetivas, e mesmo que sejam extensas, não têm muito mistério. Candidatos devem ficar atentos com as provas de Português e de Direito que são bem equilibradas e exigem um grau de análise e conhecimento literal às leis.

- Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe)
É, de longe, a mais temida pelos concurseiros, também conhecida como Cespe/Unb. As questões são multidisciplinares e complexas. O Cebraspe aposta em questões em que é preciso assinalar certo e errado nos enunciados e isso pede atenção redobrada dos candidatos. Isso porque a banca anula a questão inteira se o concurseiro errar apenas parte da resposta.

- Cesgranrio
Costuma realizar os concursos da Petrobras, de bancos, do IBGE. O nível de cobrança é médio e é conhecida como uma banca metódica com provas separadas por matérias. As questões são parecidas com as da Fundação Carlos Chagas, com a cobrança de texto de lei e enunciados não tão complexos quanto os do Cespe.

- Fundação Getúlio Vargas (FGV)
Faz concursos de câmaras municipais, da Polícia Civil do Rio de Janeiro e secretarias. É a banca responsável pela prova da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). É uma banca imprevisível, não tem padrão, muda muito de uma prova para outra. Traz texto longos para interpretação de texto e gramática. Na parte de direito tem cobrado casos práticos e, questões multidisciplinares envolvendo também texto de lei.

- Vunesp
Responsável pelos concursos da Polícia Civil paulista, tribunais de justiça, Cetesb, prefeituras paulistas, entre outros. A prova de português costuma ser bastante elementar, cobra bastante gramática, mas pode ser que uma ou outra questão seja mais complexa. Em Direito o candidato deve conhecer bem o texto da lei.

 

Rastreamento de Livros/Apostila

Após confirmação de pagamento, seu material será postado em prazo médio de 05 DIAS ÚTEIS (Prazo já incluso no tempo informado no ato da compra).

*Exceto itens de pré venda / Campanhas promocionais (Páscoa, Black Friday, Natal).

 

Prazos:

Convencional / Econômica / PAC: 07 a 20 dias ÚTEIS.

Rápida / Expressa / SEDEX: 05 a 12 dias ÚTEIS.

 

O código de rastreamento será gerado em até 48 horas após postagem e poderá levar mais 48 horas para ser abastecido com informações.

 

OS PRAZOS INFORMADOS SÃO ESTIMATIVAS COM BASE NO TIPO DE CADA FRETE, PODENDO TER ALTERAÇÕES A DEPENDER DE LOCALIDADE OU OUTRAS INTERCORRÊNCIAS.

Sobre o AlfaCon

1º Contatos das unidades presenciais:

Cascavel-PR: (45) 3037-8890 / WatsApp (45) 9 9136-9764 ou (45) 9 9151-5150.

São Paulo-SP: (11) 3905-2900/ WatsApp (11) 9 6352-0355

2º Link de acesso a plataforma online:

https://www.alfaconcursos.com.br

https://www.qstao.com.br

http://cascavel.alfaconcursos.com.br/

https://saopaulo.alfaconcursos.com.br/

https://www.alfaconcursos.com.br/trabalhe-conosco

atendimento@alfaconcursos.com.br

https://www.youtube.com/channel/UCoihrBTsIlpFnTkJFU-kdtQ

3º T.I acesso á vídeos aulas, e caso ocorra travamentos como proceder?

I- Verifique sua conexão com a internet, não basta que ela seja de muitos megas, para a transmissão da aula seu tráfego deve ser ininterrupto e intenso.

II- Atualize á página, limpe o cache (ctrl+F5) e tente reabrir á aula.

III- A velocidade de internet indicada deve ser superior a 01 MB (128 kbps) para ter um bom acesso. Então, se tiver outros programas abertos em seu computador que usem a internet, será melhor finalizá-los. Ex: Skype, outras páginas de navegador, Torrent, o Acres, Google Drive, DropBox, entre outros.

4º Não consigo baixar o PDF da aula dentro da plataforma, como proceder?

I- Se na aula tiver a aba material e não constar " aula sem material", seu material está ali e para baixá-lo, basta clicar na opção de download.

II- Pode ser que o seu computador esteja bloqueando popup´s, sendo assim, basta que desbloqueie para conseguir baixá-lo.

5º Ao tentar acessar, aparece Erro 500, o que fazer?

I- Se este erro apareceu para você, irá durar pouco tempo, pois a equipe de tecnologia já estará trabalhando para resolver.

Obs: Nossos vídeos funcionam em um sistema parecido com LiveStream, ou seja, irão precisar de fluxo contínuo de sua internet, diferentes de outros sites como o YouTube e Netflix. Neles os vídeos carregam, para depois rodar; aqui eles rodam direto, ou seja, se oscilou ou caiu a internet, seu vídeo vai travar. Portanto, atente para que sua conexão não seja interrompida.

6º Caso fique sem áudio, ou a imagem travou, o que aconteceu?

I- Atualize á página, limpe o cache (ctrl+F5) e tente reabrir a aula.

Segue algumas configurações que podem lhe ajudar:

*Use somente navegador Google Chrome (Salvo se possuir Windows XP, neste caso, use o Mozilla FireFox);

*Não deixe outros programas abertos quando acessar a videoaula (Skype, Facebook, Google Drive, programas de downloads como Ares, Torrent); 

* Limpe cache do navegador com o atalho CTRL+SHIFT+DEL, marque todas as opções e ""limpar desde o início""; 

 * Não deixe a aula pausada por muito tempo, pois ela não carrega igual vídeos do YouTube, por isso precisa de uma boa conexão, sem oscilações. 

* Se a sua aula está engasgando/travando, solicitamos que você escolha uma qualidade de reprodução um pouco mais baixa.

* Você pode escolher entre as qualidades disponíveis para a sua aula.

* Atenção:  nem todas as videoaulas estão disponíveis em qualidades 720p, sendo o padrão para todas as aulas 360p ou 480p.

7° Qual a diferença entre evento gratuito/Free e outros cursos?

I- Os eventos podem ser independentes, ou seja, acontecem somente durante a transmissão, ou podem fazer parte de um Curso disponível na Plataforma  Alfacon. Os eventos podem ser transmitidos no horário completo ou até um horário determinado pelo Pedagógico Alfacon.

8º No formato Gratuito, tenho acesso ao material?

I- O material Bônus Gratuito está disponível. O material do conteúdo da aula pode ou não está disponível. Caso esteja disponível os alunos são informados pelos nossos monitores.

9° O que é o curso regular?

*Casa vídeoaula tem duração média de 30 minutos.

* Período de acesso de 06 meses contados a paritr da efetivação da matrícula. 

* O aluno poderá acessar cada uma das videoaulas até 5 vezes, no horário que achar conveniente.

* Videoaulas e apostilas em PDF acessadas online.

* Clique na foto do professor para maiores informações sobre o módulo.

* Compra segura através do cartão de crédito ou boleto bancário.

10º O que é curso anual?

* O curso anual é um plano que permite o acesso a vários cursos atualizados para os mais diversos concursos, dentro dessa área. Também, o plano conta com cursos de exercícios para os principais concursos. Um pacote completo de oportunidades com a qualidade AlfaCon.

* Os cursos contidos no plano anual serão atualizados conforme abertura dos editais e análise pedagógica;

* A quantidade de encontros poderá sofrer alterações conforme os editais e sob critério da Coordenação Pedagógica;

* A inserção de disciplinas fica sob critério da Coordenação Pedagógica;

* O curso será atualizado somente durante seu período de vigência, ou seja, 12 meses;

* As turmas de exercícios respeitarão as disciplinas acima relacionadas e poderão sofrer alterações a critério da Coordenação Pedagógica;

* Os projetos de 72 horas, Super Revisão de Véspera e gabarito Extraoficial ficarão a cargo da Coordenação Pedagógica;

* A extensão gratuita do plano anual obedecendo os critérios já citados, é pessoal e intransferível;

* Cada videoaula tem duração média de 30 minutos;

* Período de acesso 12 meses contados a partir da efetivação da matrícula.

* O aluno poderá acessar cada uma das videoaulas até 5 vezes, no horário que achar conveniente;

* Videoaulas e apostilas em PDF acessadas online.

* Os cursos regulares ficarão disponíveis enquanto estiverem com seus respectivos editais abertos, após as provas serão retirados.

* Este curso não recebe prorrogações mediante saída de editais, mantendo vigência de acordo com data de aquisição.

11º O que é o curso SOU+?

Segue algumas vantagens do SOU+ Carreiras Policiais

* As principais disciplinas (básicas e específicas) da carreira escolhida de forma organizada;

* Atualizações frequentes de conteúdos;

* Reforço das principais disciplinas da carreira;

* Disponibilização dos cursos de Super- Revisões de Véspera e também gabaritos extraoficiais dos principais concursos da carreira;

* Cursos com edital aberto;

* Simulados em PDFs;

* Tira dúvidas com o professor;

* Visualizações imilitadas durante a vigência da assinatura;

* Acompanhamento de desempenho onde você consegue acompanhar a sua evolução de estudos nas disciplinas;

* Plano de estudos;

* Seguro aprovação;

* Box de materiais didáticos entregues no endereço do aluno.

 

 

 

 

 

SOLICITAR ATENDIMENTO

Preencha os campos a seguir para podermos entrar em contato:
Eu gostaria de falar sobre....
Central de Atendimento: Segunda a sexta das 08:00 às 18:00
(45) 3037-8888
Carregando...